fbpx
Av. Tenente Raimundo Rocha, S/N, UFCA, BLOCO D, Sala 04, Juazeiro do Norte

Afinal, o que faz um profissional de Engenharia civil?

Texto: Davi Teles

Quando se pensa em engenharia civil, a primeira imagem quem vem à mente é de arranha-céus gigantes e pontes quilométricas. Porém nem só de cálculo de estruturas vive o engenheiro civil. Na verdade, ele é um profissional ‘‘pau-pra-toda-obra’’, responsável desde o estudo para planejamento prévio de uma rodovia até o sistema de drenagem de uma cidade.

O profissional pode se aventurar ainda em muitas outras áreas, devido à  vasta gama de opções que existem na pós-graduação, mestrado e doutorado pelo Brasil ou no exterior. A seguir são apresentadas as 5 principais áreas de atuação e suas respectivas responsabilidades.


Construção civil

Este ramo lida com a execução e gerenciamento de obras, levando em conta custos, eficiência e segurança. Dentre as funções de gerenciamento busca-se a economia e a utilização racional dos recursos disponíveis com o objetivo principal de aumentar a eficiência.

yryrConstrução da Arena Corinthians em São Paulo

O responsável pela área lida com:

  • Infraestrutura territorial e atividades multidisciplinares referentes a planejamento urbano e regional no âmbito da engenharia civil;
  • Sistemas, métodos e processos da construção civil. Tecnologia da Construção Civil;
  • Industrialização da Construção Civil. Edificações. Impermeabilização e Isotermia;
  • Tecnologia dos Materiais de Construção Civil;
  • Patologias e Recuperação das Construções;
  • Instalações, Equipamentos, Componentes e Dispositivos Hidrossanitários, de Gás, de Prevenção e Combate a Incêndio. Instalações Elétricas em Baixa Tensão e Tubulações Telefônicas e Lógicas para fins residenciais e comerciais de pequeno porte.

Sistemas estruturais

O engenheiro estrutural pode escolher dentre os diversos materiais disponíveis no mercado, como concreto, metais, madeira e outros materiais de acordo com a necessidade de cada projeto. Pode atuar nos mais diversos segmentos de obras, desde prédios, pontes e túneis até plataformas de petróleo e gás em alto mar.

ggdgdTorres “deitadas” na Noruega e entrelaçadas formam edifício com arquitetura inovadora

O engenheiro estrutural é qualificado em:

  • Estabilidade das estruturas;
  • Estruturas de concreto, metálicas, de madeira e outros materiais;
  • Pontes e grandes estruturas;
  • Barragens;
  • Estruturas especiais e pré-moldados.

Transportes

O princípio básico desta área é o transporte de pessoas e mercadorias de forma rápida, econômica e segura. Desta forma, esta especialidade lida com o planejamento e manutenção de rodovias, ferrovias, sistema hidroviários e aeroviário e sua interação, de forma a criar uma rede eficiente.

dgdgds

Trevo com vários níveis no cruzamento entre duas autoestradas principais nos Países Baixos.

A sua responsabilidade é de:

  • Topografia, batimetria e georreferenciamento;
  • Infraestrutura viária: rodovias, ferrovias, metrovias, aerovias, hidrovias. Terminais modais e multimodais;
  • Sistemas e métodos viários: Operação, tráfego e serviços de Transporte rodoviário, ferroviário, metroviário, aeroviário, fluvial, lacustre, marítimo e multimodal;
  • Técnica e economia dos transportes:
  • Trânsito, sinalização e logística;
  • Informações espaciais.

Recursos hídricos

Além de sistemas de distribuição de água, um engenheiro hidráulico atua na construção de canais, usinas hidroelétricas, sistemas de proteção costeiros, dentre inúmeros outros exemplos. Um engenheiro hídrico também deve preocupar-se com os impactos ambientais de suas obras, especialmente sobre a vida aquática, além de aspectos dos arredores como estética e utilização pública.

gdgdg

Diques: protegendo a Holanda de inundações

O responsável pela área lida com:

  • Hidráulica e hidrologia plicadas;
  • Sistemas, métodos e processos de aproveitamento múltiplo de recursos Hídricos. Regularização de vazões e controle de enchentes;
  • Obras hidráulicas fluviais e marítimas;
  • Captação e adução de água para abastecimento doméstico e industrial;
  • Barragens e diques;
  • Sistemas de drenagem e irrigação;
  • Vias navegáveis, portos, rios e canais.

Geotecnia

A engenharia geotécnica é o ramo que se preocupa com os componentes que se encontram na superfície terrestre, como o solo e as rochas. Dentre os atributos analisados na mecânica dos solos e das rochas, incluem sua origem, distribuição granulométrica, capacidade de drenagem, resistência à compressão e capacidade de cargas, dentre outros.

gdgd

Muro de arrimo

  • Sistemas, métodos e processos da geotecnia e da mecânica dos solos e das rochas;
  • Sondagem;
  • Fundações;
  • Obras de terra e contenções;
  • Túneis, poços e taludes.

Vê-se portanto que a engenharia civil é bem mais abrangente e rica em especializações do que se imagina. Isso faz com que o engenheiro civil tenha liberdade de atuar tanto como autônomo, empresário, funcionário ou pesquisador.


Posts relacionados

Deixe um comentário