fbpx
Av. Tenente Raimundo Rocha, S/N, UFCA, BLOCO D, Sala 04, Juazeiro do Norte

O que você precisa saber sobre fissuras

Escrito por: Iara Gabrielle

A fissura é um tipo de abertura que ocorre nos revestimentos. Apresentam-se finas e compridas, mas de pouca profundidade. Normalmente são superficiais atingindo a massa corrida ou a pintura. Apresentam aberturas até 0,5mm.

A aparição de fissuras em edificações é algo muito recorrente, esse fenômeno pode ser caracterizado como uma indicação patológica. Existem vários fatores que podem acarretar fissuras, dentre eles:

· deficiência dos materiais;

· erros de projeto;

· defeitos de execução,

· acidentes e utilização ou manutenção inadequada.

· as movimentações das fundações,

· as deformações estruturais excessivas,

· as variações de temperatura e umidade e os acidentes

Principais causas de patologias nas edificações. – Fonte < IBAPE, 2013>

RECALQUE NA FUNDAÇÃO

O recalque é a principal causa de fissuras e trincas em edificações, principalmente quando ocorre o recalque diferencial, ou seja, uma parte da obra rebaixa mais que a outra gerando esforços estruturais não previstos e podendo até levar ao surgimento de rachaduras ou nos casos mais críticos a sua ruína.

Fissuras por recalque da fundação. – Fonte < Google Imagens>

FALTA DE VERGA OU CONTRAVERGA

Um fato primordial na fissuração da alvenaria é a presença de aberturas de portas e janelas, em cujos vértices ocorre acentuada concentração de tensões de vido a alvenaria. Na prática as fissuras em portas e janelas são evitadas pela construção de vigas sobre as aberturas, chamadas de vergas ou abaixo das aberturas, chamadas de contravergas. Estas ajudam na adequada distribuição de tensões.

Trinca acima de porta e janela devido a falta de verga. – Fonte < Google Imagens>

RETRAÇÃO DA ARGAMASSA

Retração é o fenômeno que está associado ao processo de redução de volume aparente que sofrem as pastas de cimento, as argamassas e os concretos.

Os produtos cimentícios recém-endurecidos são expostos à temperatura e à umidade do ambiente, eles geralmente sofrem contração térmica (deformação de contração associada ao resfriamento) e retração por secagem (deformação de retração associada com a perda de umidade). As argamassas com um alto teor de cimento estão mais sujeitas às tensões causadoras do aparecimento de fissuras, prejudiciais durante a secagem, além das trincas e possíveis deslocamentos da argamassa já no estado endurecido.

Uma imagem contendo edifício  Descrição gerada automaticamente
Fissuras devido a retração da argamassa. – Fonte < Google Imagens>

PRESENÇA DE UMIDADE

A presença de umidade nas edificações pode causar diversos problemas. Ela é fator essencial para o aparecimento de fissuras, eflorescências, ferrugens, mofo, perda de pinturas, de rebocos e até a causa de acidentes estruturais.

A chuva é o agente mais comum para gerar umidade, tendo como fatores importantes a direção e a velocidade do vento, a intensidade da precipitação, a umidade do ar e fatores da própria construção (impermeabilização, porosidade de elementos de revestimentos, sistemas precários de escoamento de água, dentre outros).

Fissuras na argamassa decorrente do excesso de umidade junto ao peitoril da janela. – Fonte < Google Imagens>

Posts relacionados

Deixe um comentário